https://www.furg.br/noticias/noticias-sls/licenciatura-em-educacao-do-campo-tem-inscricoes-prorrogadas-ate-dia-22

 

 


VEM PARA EDUCAÇÃO DO CAMPO DA FURG - Processo seletivo específico para as populações do campo/2021 - CLIQUE AQUI

 

O curso de licenciatura em Educação do Campo, campus São Lourenço do Sul, está com 30 vagas abertas. As inscrições podem ser realizadas até 22 de fevereiro em https://coperse.furg.br/

 

 


Os/as integrantes do projeto "Fazendo o Bem. Não Importa a Quem", seguem trabalhando na luta contra a COVID19, e os impactos da crise, atuando com a confecção e distribuição de máscaras de tecido de algodão, e arrecadando alimentos na troca de 1 Kg de alimento, por 1 máscara nos pontos de trocas: Laboratório Bioexatos, Casa do Trator, Supermercados Jepsen, Supermercados Peter; Universidade do Rio Grande (FURG-Campus de São Lourenço do Sul).
 
O projeto conta com o trabalho de 4 costureiros/as contratados pela Universidade, alguns desses/as estão atuando desde abril deste ano, antes de termos o primeiro caso de contaminação no Município.
 
Equipe do Projeto:
 
 
Graziela Rinaldi da Rosa (Profa de Filosofia e Educação Popular/Instituto Educação/FURG; Coordenadora e responsável pelo Projeto)
Hariani Krack (Estudante do Curso de Gestão Ambiental/FURG; Costureira Voluntária do Projeto) 
Lívia Accioly Menezes da Silva (Costureira do Projeto e Proprietária da Escola de Costura Santo Molde e profa de Design, costura e modelagem)
Luana Bunde (Estudante do Curso de Lic e Educação do Campo/FURG e Bolsista do Projeto)Maria Rosa Nunes (Estudante do Curso de Agroecologia/FURG; Costureira do Projeto; MoradorA da Casa de estudantes SLS )
Ronaldo Augusto Gomes da Silva  (Costureiro do Projeto e estudante do Curso de Agroecologia/FURG; Morador da Casa de estudantes SLS)   
Sandra Hartwig (Costureira do projeto; Moradora de São Lourenço do Sul)
 
 
A Universidade também realizou o investimento de cerca de 20 mil nesse projeto, somando matéria prima para as máscaras, pagamento de profissionais da costura, e com bolsistas. Já foram entregues quase 15 mil máscaras e cerca de 15 toneladas de alimentos.
 
Distribuindo máscaras de tecidos e alimentos, essa ação conta com a parceria com a Escola de Costura Santo Molde, que foi quem ajudou a criar o modelo das máscaras que vem sendo distribuídas desde abril, e que tem sido muito bem aceita pela população, tendo a professora de costura e modelagem, Lívia, idealizado a campanha de troca de 1 Kg de alimento por uma máscara.
 
Os tecidos são de qualidade, e com certeza esse projeto tem ajudado a reduzir os impactos do vírus no município de São Lourenço do Sul. O projeto distribui máscaras adultas, infanto juvenis e infantis.
 
A coordenadora do projeto, a professora Graziela Rinaldi da Rosa, destaca a importância do projeto numa região que muitas pessoas não possuem condições de fazer ou comprar tecido de algodão para confeccionar suas máscaras e de seus familiares, e muitas famílias têm tido dificuldades econômicas, agravada pela pandemia, e os Kits do projeto servem de apoio para essas famílias, num momento de crise. 
 
Todas as famílias que recebem os Kits de alimentos, que são doados semanalmente, recebem junto máscaras para todos membros da família. Diversas famílias do campo e da cidade têm sido atendidas.
 
Duas estudantes, Luana Bunde  e Hariani também estão distribuindo máscaras nas ruas da cidade para a população semanalmente, especialmente após a abertura do comércio e uma maior flexibilização.
 
O projeto conta também com doações de tecidos, elásticos e alimentos. Qualquer empresa ou pessoa que queira contribuir, pode se manifestar pelo número (53) 991650370, ou pelo e-mail grazirinaldi@furg.br.
 
JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 


Alimentos e 10 mil máscaras distribuídas pelo Projeto de extensão “Fazendo o bem. Não importa a quem” (Universidade Federal do Rio Grande e Escola de Costura Santo Molde)

Buscando contribuir na campanha de prevenção ao coronavírus e visando atender a recomendação da Organização Mundial da Saúde que indica como medida eficiente de prevenção, o uso de máscaras por todos, o projeto de extensão “Fazendo o bem. Não Importa a quem”, vem desde março desse ano produzindo máscaras para a comunidade lourenciana. Parte das máscaras são doadas para pessoas carentes e parte é trocada por um quilo de alimento que, posteriormente, é destinado para membros da comunidade que estão passando por necessidades, tanto na zona urbana como na rural do município.

Na cidade já foram atendidas com alimentos e máscaras diversas comunidades, escolas e associações, entre elas: Kraft, Barrinha, Sete de Setembro, Lomba, Camponesa, Nova Esperança, Lar de idosos Santo Antônio, Delegacia de Polícia de SLS, Associação Espírita Chico Xavier, Escola Machado de Assis, Escola Isolina Passos, Bairro Navegantes.

O projeto também tem atuado de forma significativa no campo, sendo algumas dessas comunidades atendidas: Quilombo Coxilha Negra, Quilombo Rincão das Almas, Quilombo do Torrão, Quilombo da Picada, Quilombo Monjolo, Coxilha do Barão, Localidade Quevedos, Localidade Gusmão, Localidade Picada Sabão, Localidade Boqueirão, Localidade Bom Jesus, Localidade Reserva, Escola Germano Hubner, Escola Francisco Frömming, Escola São João da Reserva.

O projeto vem sendo desenvolvido sob a liderança de duas professoras, a responsável e coordenadora do projeto de extensão, a Profa. Graziela Rinaldi da Rosa (Instituto de Educação da FURG) e a professora de costura e modelagem, a Profa. Lívia Accioly Menezes da Silva (Faculdade Senac-RS), além de contar com o trabalho e esforço de pessoas que voluntariamente contribuem para a confecção das máscaras.

Além disso, a Universidade Federal do Rio Grande (FURG) contribui significativamente com a compra de uma grande parte da matéria prima e com a remuneração de 3 a 4 costureiras/costureiros que trabalham no projeto. No mês de setembro o projeto já contabiliza a entrega de mais de 10 mil máscaras e 10 mil toneladas de alimentos doados para a comunidade lourenciana.

Cada costureiro/costureira confecciona em média 100 máscaras por semana, a equipe de costura é composta pela Lívia Accioly (Escola de Costura Santo Molde), Maria Rosa Silva Nunes (curso de Agroecologia), Ronaldo Augusto Gomes da Silva (curso de Agroecologia), e Sandra Hartwig (costureira da comunidade), tendo contribuições das estudantes voluntárias da Santo Molde e da estudante do curso de Gestão Ambiental, Hariane Nunes Krack e também a bolsista Luana Bunde, estudante do curso de Educação do campo, que entre outras atividades, auxilia embalando as máscaras e fazendo os kits de alimentos.

Essa semana o projeto iniciará ações no centro da cidade, para distribuição de máscaras para a população. Com o objetivo de alcançar um maior número de pessoas, facilitando o acesso da comunidade às máscaras de proteção, as máscaras serão distribuídas no centro da cidade no dia 23 de setembro, já higienizadas e prontas para o uso.

Caso você também queira contribuir com o projeto doando alimentos, tecidos, linha e elástico, as doações têm sido recebidas no Prédio 1 da FURG, localizado na Avenida Marechal Floriano, 369, ao lado do Banco do Brasil, pelo turno da manhã, ou podem contatar a professora Graziela (Watts 53 991650370) ou grazirinaldi@furg.br.

Nos pontos de troca a comunidade pode trocar uma máscara por 1 kg de alimento. O projeto está recebendo leite, óleo, arroz, feijão e água sanitária.

Os pontos de troca são: FURG/Campus São Lourenço do Sul, Supermercados Jepsen, Supermercado Peter, Laboratórios Bioexato (São Lourenço e Turuçu), Casa do Trato, Bife Shop.

 

Imagem: Professora Graziela Rinaldi da Rosa realizando orientações do uso das máscaras e distribuindo alimentos.

Fonte: Acervo do projeto

 

Imagem: Mulheres e crianças recebendo máscaras e kits de alimentos

Fonte: Acervo do projeto

 

Imagem: Estudantes da FURG e moradores da Casa dos Estudantes de São Lourenço do Sul produzindo máscaras para a população

Fonte: Acervo do projeto

 

 


 

 


 

 


 

 


Edital do Processo Seletivo 2020 Licenciatura em Educação do Campo – Ênfase em Ciências da Natureza e Ciências Agrárias:

clique aqui para obter.

 

 

 


O Projeto de Extensão PANCPOP, Popularizando o Uso de Plantas Alimentícias Não Convencionais, vinculado à FURG, Campus São Lourenço do Sul e outros parceiros - CEEABE, Embrapa Clima Temperado, Movimento Ambientalista Verde Novo, COOPAR - estão organizando a segunda edição do AGROPANC. Nesta edição, três grandes nomes da atualidade relacionados às Plantas Alimentícias Não Convencionais estarão conosco, em Pelotas, no dia 6 de setembro de 2019.

O objetivo é difundir e popularizar os potenciais agronômicos, gastronômicos, industriais, nutritivos e ambientais da biodiversidade local e fortalecer as PANC como alimentos dotados de sabor, nutrientes e cultura.

Informações sobre inscrições no email pancpop@gmail.com e Página do Facebook.

 

 


 

 


 

 


 

Edital do Processo Seletivo 2019 Licenciatura em Educação do Campo - Ênfase em Ciências da Natureza e Ciências Agrárias.

 

Para maiores informações, clique aqui.